Ubuntu 10.10 – Primeira Impressão

Olá pessoal,
Confesso que pela falta de tempo, acabei deixando os posts um pouco de lado. Porem, sempre que consigo um tempinho procuro postar alguma coisa bacana.
Esta semana instalei o Ubuntu 10.10 32 bits, e vou comentar as minhas primeiras impressões.

Instalação

Ao visitar o site oficial http://www.ubuntu.com/ para download, você irá encontrar algumas opções de instalação do Ubuntu, podendo ser via USB, CD e até mesmo a partir do Windows. Mas isso não é exclusividade desta versão, já realizei a instalação do Ubuntu a partir do Windows uma outra vez, e funciona muito bem, e de forma bem simples. Eu indico até mesmo para usuários sem conhecimentos técnicos, poderem instalar/testar o sistema.

A instalação, assim como nas versões anteriores, é bem intuitiva. Uma novidade é a

possibilidade de já na instalação, atualizar e obter pacotes de terceiros via download.

Outra característica desta versão, é a possibilidade de navegar numa espécie de slide, para visualizar uma prévia das novidades desta versão, enquanto rola a instalação.

A Primeira Impressão

Logo ao logar, é possível notar que o Gnome continua sendo o gerenciador de janelas padrão, apesar das mudanças nas cores, trocando o tradicional laranja dos menus e barras de títulos para o preto.

Aliais, por falar embarra de titulo, outra mudança notada logo de cara é a posição dos botões (minimizar, restaurar/maximizar e fechar), que se encontram no lado esquerdo da barra. Veja:

Outro ponto que melhorou, foram os wallpapers. Você não encontrará mais aqueles enjoativos papeis de paredes das versões anteriores – baixar um wallpaper da web era uma das primeiras coisas que fazia ao instalar o Ubuntu. =]

Som & Video

Uma das minhas maiores dores de cabeça ao ter que instalar/reinstalar o Ubuntu, era com relação aos codecs de terceiros e players para rodar minhas musicas, clipes, seriados etc…
Ao instalar, consegui rodar MP3, MP4, MPG, WMV, AVI e RMVB sem ter que usar o apt-get install, ou qualquer outra coisa para baixar codecs.

Conclusão

É notável que cada vez mais o Linux, principalmente o Ubuntu fica mais acessível para usuários de todos os perfis porem, sem deixar de lato a robustez de um sistema UNIX like.
Ainda não tive tempo de preparar o meu ambiente de desenvolvimento aqui no Ubuntu, mas isso nunca foi um problema nem nas primeiras versões.
Ahh! Quase me esqueço. Uma outra coisa que não preciso mais instalar/configurar, é o SDK do Java… no Ubuntu 10.10 já temos o OpenJDK..

É isso…
Att,

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s